Livros

Conceição Outeirinho


MGFamiliar . - Monday, August 06, 2012

Leitura: "A criança que não queria falar" de Torey Hayden, Editorial Presença, 3.ª edição, 2007

Dos livros lidos nos últimos anos foi este o que mais me tocou.

É uma história verdadeira experienciada por uma professora do Ensino Básico e uma das suas alunas que apresentava comportamentos anómalos e anti-sociais, resultantes de um abandono materno, de uma vivencia de maus tratos e abusos.

É quase um relato de caso. Ao lê-lo transpus muitos dos dias vividos por esta professora na educação da sua aluna, para situações que nos surgem na nossa prática clínica como Médicos de Família, principalmente na abordagem dos “doentes/casos difíceis”.

Aprendi e reaprendi o saber estar - atenta, receptiva aos pormenores e aos pequenos sinais que podem levar ao estabelecimento de uma relação empática ou melhor ainda de uma relação de confiança e à identificação das causas e manifestações de processos mórbidos ocultos, respeitando e dando tempo ao paciente para que consiga ganhar confiança para falar das suas experiencias de vida e seus sofrimentos.

Aprendi e reaprendi o saber fazer e quando. Revi os conflitos e angústias que sentimos e os apoios que necessitamos, ao sermos “cuidadores” nestes casos. Com esta professora percepcionei melhor ainda, o verdadeiro sentido do papel de “ provedor do doente”.

Vale a pena lê-lo, não só pela história comovente mas também, pela “componente técnica” intrínseca.

Comments
Post has no comments.

Post a Comment




Captcha Image