MaisOpinião +

Cursos online: o potencial ilimitado


MGFamiliar ® - Monday, January 23, 2017






Ao longo do nosso internato, o número de cursos online tem vindo a aumentar substancialmente através de várias plataformas, como é o caso do Dr. Share. 

Apesar de numa análise muito superficial parecer que os resultados serão limitados em comparação com os cursos presenciais, a realidade é que a forma de organização, a elevada interatividade e o interesse que estas formações demonstram ter, torna-as numa ferramenta valiosa na formação de qualquer médico. 

Se considerarmos o dia-a-dia cada vez mais atarefado dos médicos, associado à barreira da “distância geográfica” muitas vezes presente em cursos de qualidade, a acessibilidade à formação interpares fica limitada. 

Neste sentido, estes cursos online ajudam-nos a ultrapassar estas barreiras através da visualização da formação a partir do conforto do lar (ou do local ao qual estamos limitados), com a facilidade e a abertura para colocar questões sem hesitações ou receios a um colega profissionalmente especializado na área em discussão. Apesar da sessão ser assistida através de um ecrã, verifica-se que algumas sessões conseguem conquistar algo que se torna mais inatingível nos congressos nacionais ou internacionais: instigar no formando a vontade de procurar as respostas para as dúvidas práticas que frequentemente invadem os consultórios. A qualidade do formador nas diferentes vertentes (conhecimento e recetividade à discussão), permitem otimizar estas formações realizadas à distância de forma mais aliciante e interativa. 

Outro potencial benefício, nem sempre presente em todos os cursos, é a possibilidade de visualizar a apresentação em modo diferido, o que aumenta ainda mais a acessibilidade à formação.  

Obviamente que este método de aprendizagem não está isento de desvantagens. As falhas técnicas em termos informáticos que atrasam a emissão, e a “perda” da nossa questão no meio de múltiplas que são enviadas, constituem alguns aspetos menos positivos deste tipo de curso.

Em conclusão, apesar de não substituírem a formação presencial, estes cursos online, quando bem organizados e estruturados, são uma ponte sólida e útil que nos ajudam a evoluir como internos, mas, sobretudo, como médicos.

Por Nuno Namora1, Helena Ribeiro2, Maria João Abreu1, Teresa Martins2



1Interno de MGF, USF DuoVida, ACeS Alto Ave
2Interno de MGF, USF Novos Rumos, ACeS Alto Ave

 






Comments
Post has no comments.

Post a Comment




Captcha Image