A não perder

Perder peso com dieta mediterrânica


MGFamiliar ® - Monday, July 25, 2016



Pergunta: A dieta mediterrânica terá efeito na perda de peso e na diminuição dos factores  de risco cardiovasculares?

Enquadramento: A dieta mediterrânica, Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO, é caracterizada pelo predomínio dos produtos vegetais, entre estes a fruta, os produtos hortícolas, cereais, frutos oleaginosos e leguminosas, e pelo consumo de azeite como principal fonte de gordura. A Direcção Geral da Saúde promove o padrão alimentar mediterrânico, integrado no Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável.

Desenho do estudo: Revisão sistemática de ensaios clínicos randomizados publicados na língua inglesa e francesa nas plataformas MEDLINE, EMBASE e Cochrane Libray dos efeitos da dieta mediterrânica na perda de peso e na diminuição de factores de risco cardiovasculares em indivíduos com excesso de peso ou obesidade e que mantiveram um follow-up superior a 12 meses.

Resultados: De 998 ensaios clínicos randomizados, 5 preencheram os critérios de inclusão. Foram seleccionados estudos em que se comparou a dieta mediterrânica com uma dieta de baixo teor de gordura, baixo teor de hidratos de carbono e a dieta da American Diabetes Association. Ao fim de 12 meses, a dieta mediterrânica resultou numa maior perda de peso quando comparada com a dieta de baixo teor de gordura (valores médios de - 4.1 a -10.1 kg versus 2,9 a – 5,0 kg), mas teve uma perda de peso semelhante quando comparada com as restantes dietas (valores médios de -4,1 a -10,1kg versus -4,7 a -7,7kg). Quando comparada com as restantes dietas para verificar a diminuição dos factores de risco, obtiveram-se valores semelhantes, nomeadamente os níveis da pressão arterial e perfil lipídico.

Conclusão: Os resultados sugerem que a dieta mediterrânica tem níveis de perda de peso  superiores a uma dieta pobre em gorduras mas é semelhante paras as restantes dietas em indivíduos com excesso de peso ou com obesidade que queiram perder peso. Embora possa ter alguma alteração na perda de peso, a diminuição de factores de risco cardiovasculares é semelhante nas restantes dietas.

Comentário: Qualquer tipo de dieta que visa a perda de peso permite uma diminuição dos factores de risco cardiovascular. Contudo este estudo tem várias limitações, começando por apenas terem sido incluídos 5 ensaios clínicos randomizados que explicitamente incluíam a dieta mediterrânica como intervenção dietética e que incluíam menos de 1000 pacientes. Cerca de 90% dos participantes tinham doença cardiovascular ou diabetes tipo 2, o que impede uma transposição dos resultados para a população geral de indivíduos com excesso de peso ou com obesidade. 

Artigo original: Am J Med

Por Ângelo Costa, USF Al-Gharb



Comments
Post has no comments.

Post a Comment




Captcha Image


Recent Posts


Tags

 

Archive