Prescrição Racional

Os efeitos adversos da amoxicilina e amox/aclav


MGFamiliar ® - Tuesday, April 14, 2015

 

 

Pergunta clínica: Qual é a prevalência dos principais efeitos adversos da terapêutica com amoxicilina (com ou sem associação a ácido clavulânico)?

Desenho do estudo: Revisão sistemática com meta-análise de ensaios clínicos aleatorizados e controlados (ECAC) que abordassem a terapêutica com amoxicilina ou amoxicilina/ácido clavulânico para qualquer patologia e em qualquer contexto. Foram incluídos os artigos, sem restrições linguísticas, disponíveis na MEDLINE, Embase e Cochrane. O principal objectivo foi a identificação de qualquer efeito adverso.

Resultados: Dos 730 estudos seleccionados, foram incluídos 45 ensaios clínicos: 27 com amoxicilina, 17 com amoxicilina/ácido clavulânico e 1 onde foram utilizados ambos. Na totalidade foram englobados 10 519 participantes: 4280 receberam amoxicilina, 1005 receberam amoxicilina/ácido clavulânico e 5234 receberam placebo. Apenas 25 ensaios relataram efeitos adversos de forma adequada (média de 2.7 por participante). A diarreia foi mais associada à terapêutica com amoxicilina/ácido clavulânico (NNH 10) e a candidíase mais à amoxicilina (NNH 27). Não houve relatos significativamente diferentes de rash, náuseas e vómitos em participantes que fizeram antibioterapia ou placebo. Apenas 1 ensaio clínico relatou uma alteração das enzimas hepáticas.

Comentário: Apesar de, na nossa prática clínica diária, termos a noção que a amoxicilina origina frequentes efeitos adversos (situação corroborada pelos autores), estes são pouco valorizados pelos investigadores e pouco reportados nos ensaios clínicos seleccionados. Esta revisão sistemática salienta a importância dos efeitos adversos comuns da amoxicilina e amoxicilina associada ao ácido clavulânico. 

Artigo original:CMAJ

Por Marta Pessoa, USF Buarcos

 

 

 

Comments
Post has no comments.

Post a Comment




Captcha Image


Recent Posts


Tags

 

Archive