�ndice parcial
Parte IV � Problemas cl�nicos
4.8. Abordagem do paciente com problemas musculo-esquel�ticos

292. Problemas do membro superior
Anabela Bitoque

Documento de trabalho
�ltima actualiza��o em Dezembro 2000

Contacto para coment�rios e sugest�es: Nogueira, R;
Silva, Eug�nia

1
Epicondilite («cotovelo do tenista»)
Inflama��o tendinosa ao n�vel da inser��o no epic�ndilo umeral, dos m�sculos extensores do antebra�o. Resulta de micro traumatismos, por utiliza��o repetida, como no t�nis, ou a tricotar. Ver abordagem desta patologia no texto 290.
2
Epitrocleíte («cotovelo do golfista»)

Inflama��o tendinosa ao n�vel da inser��o na epitr�clea umeral, do m�sculo flexor comum do antebra�o. Resulta de micro traumatismos repetidos, em actividades dom�sticas, ou manuais e nos golfistas. Ver abordagem desta patologia na unidade de texto 290.
3
Bursite olecraniana

Inflama��o da bursa olecraniana, resultante de traumatismos, ou press�o repetida, deposi��o microcristalina (cristais de �cido �rico - gota), de artrite inflamat�ria, como a artrite reumat�ide, ou de infec��o (artrite s�ptica), com possibilidade de confirma��o etiol�gica, ap�s aspira��o e cultura, para terap�utica adequada. Ver abordagem desta patologia na unidade de texto 290.
4
Pseudogota, ou periartrite calcificante

Dor e edema do cotovelo, resultante da inflama��o subsequente � deposi��o de cristais de hidroxiapatite, junto da articula��o.
Ver abordagem desta patologia na unidade de texto 290.
5
Osteoartrose nodular dos dedos

Deforma��o das articula��es interfal�ngicas proximais � n�dulos Bouchard e das articula��es interfal�ngicas distais � n�dulos de Heberden, que podem ser dolorosos e que em fases avan�adas pode conduzir � impot�ncia funcional das articula��es afectadas. Mais frequente nas mulheres, tem incid�ncia familiar e n�o tem rela��o com a osteoartrose generalizada. Ver abordagem desta patologia na unidade de texto 290.
6
Rizartrose
Pode associar-se � osteoartrose nodular dos dedos e resulta da osteoartrose da articula��o metacarpo-fal�ngica do polegar, que condiciona dor e deforma��o fixa em adu��o. Ver abordagem desta patologia na unidade de texto 290.
7
Artrose trapézio-metacárpica do polegar
Osteoartrose da articula��o trap�zio-metac�rpica do polegar, com diminui��o da for�a de preens�o e da destreza, dor e crepita��o � palpa��o. Ver abordagem desta patologia na unidade de texto 290.
8
Tenosinovite de De Quervain
Inflama��o do tend�o do longo abdutor e do curto extensor do polegar, na ap�fise estiloideia do r�dio, o que provoca dor e crepita��o � mobiliza��o do polegar, que resulta de micro traumatismos repetidos, em certas tarefas manuais, como bordar, tricotar, ou descascar frutos. A manobra de Finkelstein (reprodu��o da dor, quando o polegar � agarrado pelos restantes dedos e se faz a flex�o palmar, com desvio cubital do punho) faz o diagn�stico diferencial com artrite do punho. Ver abordagem desta patologia na unidade de texto 290.
9
Dedo em Gatilho
Deforma��o em flex�o dum dedo, por espessamento nodular do tend�o que lhe impede deslizar sob a bainha. Ver abordagem desta patologia na unidade de texto 290.
10
Síndrome do Canal Cárpico
Mais frequente em mulheres de meia-idade, caracteriza-se por dor e parestesias de predom�nio nocturno, na regi�o palmar e nos I, II, III dedos da m�o, irradiando ao antebra�o. Tardiamente surge atrofia da emin�ncia tenar. Resulta da compress�o do nervo mediano no canal c�rpico por sinovite do punho, ou por calo �sseo p�s-fractura do punho, ou por edema, como no hipotiroidismo, ou ap�s a menopausa. Pode associar-se a alcoolismo, diabetes, gravidez ou a artrites inflamat�rias.
O diagn�stico cl�nico faz-se pelo:
- teste de Phalen: a hiperflex�o do punho durante um minuto desencadeia os sintomas.
- Sinal de Tinel: a percuss�o do nervo mediano na face anterior do punho desencadeia formigueiro no territ�rio deste nervo.
- Electromiograma: abrandamento da velocidade do nervo mediano no tunel c�rpico pode confirmar o diagn�stico em casos em que aqueles testes s�o negativos, ou quando existe diminui��o da for�a muscular.
Ver abordagem desta patologia na unidade de texto 290.
11
Tendinite calcificante
Deposi��o de cristais de hidroxiapatite de c�lcio nos tend�es, ou articula��es do punho, ou da m�o, que apresentam sinais inflamat�rios evidentes. O diagn�stico � radiol�gico, mas quando a instala��o s�bita do quadro levanta suspeitas de infec��o aguda, pode aspirar-se o l�quido sinovial para cultura, ou pesquisa de cristais. Ver abordagem desta patologia na unidade de texto 290.
12
Quistos sinoviais
Divert�culos da sinovial da c�psula articular do punho, que se observam como massas no punho, ou na m�o, de dimens�es vari�veis, compress�veis, recorrentes, por vezes dolorosos, ou inest�ticos. Ver abordagem desta patologia na unidade de texto 290.
13
Contractura de Dupuytren
Espessamento nodular da aponevrose palmar de uma, ou ambas as m�os, com atingimento frequente do IV e V dedos, que apresentam compromisso funcional, por contractura em flex�o, com dor e limita��o na extens�o da palma da m�o e dedos. A etiologia desta situa��o � desconhecida, mas existe predisposi��o gen�tica e predomina nos homens acima dos 50 anos. A incid�ncia � superior nos alco�licos e em certas doen�as cr�nicas, como cirrose, diabetes, epilepsia e tuberculose. A terap�utica justifica-se pelo compromisso est�tico e funcional e consiste na infiltra��o com triamcinolona, ou na reconstru��o cir�rgica.
14
Mão Reumatóide
A artrite reumat�ide pode come�ar por tumefac��o dolorosa, com limita��o dos movimentos das articula��es metacarpo-fal�ngicas, interfal�ngicas proximais dos dedos e dos punhos, de predom�nio matinal, em consequ�ncia dum processo de sinovite. Mais tardiamente aparecem altera��es estruturais caracter�sticas da m�o reumat�ide, com deforma��es t�picas.
Ver abordagem desta patologia nas unidades de texto 290 e 298.
15
Paroníquias
Dor e infec��o em redor das unhas. Ver abordagem desta patologia na unidade de texto 290.
16
Pulpite
Dor, eritema e edema da polpa da extremidade digital. Ver abordagem desta patologia na unidade de texto 290.
17
Bibliografia
Goroll et al. Cuidados Prim�rios em Medicina. 3� Edi��o. Ed. McGraw-Hill de Portugal, 1997.

Kelly, W. et al. Texbook of Rheumatology. 2th Edition. Ed. W. B. Saunders. Philadelphia, 1985.

McCarty, D. Arthritis and Allied Conditions. 10th Edition. Ed. Lea & Febiger. Philadelphia, 1985.

Souquet, R. Syndromes Canalaires du Membre Superieur. Expansion Scientifique, 1983.

Tierney et al. Current Medical Diagnosis & Treatment. Ed. Appleton & Lange. Connecticut, 1993.

Viana de Queiroz e colaboradores. Reumatologia para Cl�nicos Gerais. Ed. C.P.E.R., Lisboa, 1986.

Viana de Queiroz e colaboradores. Semiologia reumatol�gica. Ed. C.P.E.R., Lisboa, 1988.

Viana de Queiroz e colaboradores. S�ndromes Dolorosos Regionais do Aparelho Locomotor. Ed. C.P.E.R., Lisboa, 1987.