Editorialblog

Aspectos ético-jurídicos das consultas por telefone, e-mail ou chat


Carlos Martins - Sunday, July 14, 2013

 

As tecnologias de informação e comunicação foram penetrando as nossas vidas e, quase sem nos apercebermos, começámos a comunicar com os nossos pacientes pelo telefone, pelo e-mail e eventualmente por chat ou pelas redes sociais.

Usar estes meios de comunicação com os nossos pacientes levanta aspetos ético-jurídicos que devemos ter em consideração. O Prof. Doutor Rui Nunes expõe-nos no seguinte vídeo os principais...

Saliento a importância do registo destes contactos com os nossos pacientes e as questões relacionadas com a privacidade dos conteúdos, por exemplo, dos mails... Destaco ainda a proposta da colocação de uma nota de rodapé nos mails que enviamos aos nossos pacientes referindo o carácter confidencial do seu conteúdo (no vídeo, ver por volta do minuto 13). Deixo aqui uma proposta de texto para essa nota de rodapé... Agradeço as vossas sugestões para eventuais melhoramentos desta proposta:

 "Nota importante: A informação contida neste e-mail é confidencial, pelo que esta mensagem não deve ser reencaminhada para terceiros. Se alguém receber este mail indevidamente, deverá eliminá-lo."

 


Prof. Doutor Rui Nunes - MGF.net Talks 2012



Comments
Anonymous commented on 15-Jul-2013 09:00 AM
"Atenção, a informação contida nesta mensagem é pessoal e confidencial, pelo que não deve ser reencaminhada para terceiros. Quem a receba indevidamente, deverá de imediato apagá-la."
Anonymous commented on 17-Jul-2013 02:32 PM
Carlos, tenho sérias dúvidas de que alguém leia as mensagens de rodapé wherever - eu não leio nenhuma, tu lês?

apesar disso eu tenho uma mensagem de rodapé nas mensagens para os meus pacientes, mas não aborda a questão da confidencialidade... e tenho dúvidas se tal tem utilidade. a minha, além dos meus dados de identificação profissional, diz:

"por favor utilizar este e-mail apenas para assuntos relacionados com o Centro de Saúde

remetentes de mensagens com outros conteúdos poderão ver o seu acesso bloqueado

o email não deve ser usado para assuntos médicos urgentes

não hesite em pedir uma consulta se sentir que é o mais adequado à sua situação"

Mónica Granja
Carlos Martins commented on 17-Jul-2013 05:09 PM
Obrigado, Mónica, pela tua partilha.... Por acaso, até costumo ler as mensagens de rodapé, até talvez por curiosidade.... E obrigado pela partilha da msg de rodapé que usas - tb toca em tópicos pertinentes!
Anonymous commented on 17-Dec-2015 09:26 PM
Boa noite.

A relevância não estará tanto no ponto de quem lê, mas num ponto de vista de passagem da responsabilidade: eu, que escrevo e email, torno publico ao receptor do mesmo que aquela informação é apenas para ele, não para terceiros.

A achega dos "assuntos médicos urgentes" é mesmo MUITO importante.
Obrigado
Ricardo Silva


Post a Comment




Captcha Image


Recent Posts


Tags

 

Archive