A não perder

Vacina contra a gripe: vírus vivo atenuado ou vírus inativo?


MGFamiliar ® - Sunday, December 03, 2017

Pergunta clínica: Em indivíduos com mais de 6 meses de idade, qual a vacina contra a gripe mais efetiva, a vacina de vírus vivo atenuado ou a vacina de vírus inativo?

Enquadramento: O vírus da gripe sofre alterações no seu ADN de uma época gripal para a outra. Na época gripal de 2013-2014, a efetividade da vacina com vírus vivo atenuado foi baixa, pelo que a vacina foi alterada na época gripal 2015-2016.

Desenho do estudo: Foram incluídos no estudo doentes com mais de 6 meses de idade com doença respiratória aguda em diferentes regiões dos Estados Unidos da América. Foi consultado o estado vacinal e realizado esfregaço nasal e/ou da orofaringe para pesquisa de influenza A ou B. Foi calculada a efetividade da vacinação através da fórmula (1-OR)x100, na qual OR é o odds ratio de testar positivo para vírus influenza. Foram comparados os doentes que tinham sido vacinados e os que não tinham sido vacinados. Também foi comparada a vacina de vírus inativado com a vacina de vírus vivo atenuado.

Resultados: Dos 6879 participantes, 11% testaram positivo para o vírus influenza A, principalmente A(H1N1)pdm09, e 7% para o vírus influenza B. A efetividade da vacina contra qualquer infeção por vírus influenza foi de 48% (IC 95%, 41 a 55; P<0,001). Em crianças entre os 2 e os 17 anos, a vacina de vírus inativado foi efetiva em 60% (IC 95%, 47 a 70, P<0,001) e a vacina de vírus vivo atenuado foi efetiva apenas em 5% dos indivíduos (IC 95%; -47 a 39; P<0,80). Contra o vírus influenza A (H1N1), a vacina de vírus inativado foi efetiva em 63%  (IC 95%, 45 a 75; P<0,001) e a vacina de vírus atenuado em -19%  (IC 95%, -113 a 33; P<0,55).

Conclusão: As vacinas contra o vírus influenza reduziram o risco de gripe em 2015-2016. Porém, no caso específico de crianças com mais de 2 anos, a vacina de vírus vivo atenuado foi ineficaz. Como tal, o Advisory Committe on Immunization Practices deixou de recomendar a utilização da vacina de vírus vivo atenuado na época gripal 2016-2017.

Comentário: Todos os anos se enchem serviços de urgência e consultas abertas com casos de síndromes gripais mais ou menos graves. Em todas as épocas gripais, os utentes são incentivados a realizarem a vacinação contra o vírus influenza. Como tal, torna-se importantíssimo explicar ao utente qual o objetivo da vacina e que estas sejam o mais efetivas possível, de forma a reduzir a morbilidade e mortalidade causadas pela infeção. A administração de vacinas ineficazes pode contribuir para a redução da adesão à vacinação o que torna este estudo muito pertinente. Afinal, quem nunca ouviu: “No ano passado tomei a vacina e tive gripe na mesma”? (será que foi gripe?)

Artigo original: N Engl J Med

Por Mariana Rio, UCSP Mesão Frio





Comments
Post has no comments.

Post a Comment




Captcha Image


Recent Posts


Tags

 

Archive