Prescrição Racional

As vacinas não diminuem a imunidade


MGFamiliar ® - Wednesday, November 07, 2018




Pergunta clínica: Nas crianças que fazem múltiplas vacinas, ficará o sistema imunitário enfraquecido e aumentará o risco de outras infeções?

Desenho do estudo: Estudo de caso controlo em seis organizações de saúde dos Estados Unidos da América. Os casos foram identificados pela Classificação Internacional de Código de Doenças para as doenças infeciosas no departamento de emergência e internamento. Os casos de infeções não alvo das vacinas foram catalogados como controlos pela idade, sexo, local da sua instituição de saúde e estado de doença crónica. Os participantes eram crianças de 24 a 47 meses de idade, nascidas entre 1 janeiro de 2003 e 31 de setembro de 2013 e seguidas até 31 de dezembro de 2015. A exposição cumulativa a antigénios vacinais foi estimada pelo somatório do número de antigénios em cada dose de vacina recebida desde o nascimento até aos 23 meses de vida.

Resultados: Foi efetuada regressão logística para relacionar a probabilidade de infeções não alvo das vacinas por cada aumento de 30 unidades no número cumulativo de antigénios recebidos. Dos 944 pacientes (193 casos e 751 controlos), a média de idades foi de 32.5 meses, 422 (45%) eram femininos e 61 (7%) tinham uma doença crónica. Durante os primeiros 23 meses a média estimada da exposição cumulativa a antigénios vacinais foi de 240.6 para os casos e 242.9 para os controlos. A diferença entre grupos para a exposição cumulativa estimada foi de -2.3 (95% CI, -10.1 para 5.4; P=0.55). Entre as crianças com ou sem infeções não alvo das vacinas dos 24 aos 47 meses de idade, o odds ratio correspondente para a exposição cumulativa estimada aos antigénios vacinais ao longo dos 23 meses não foi significativa (odds ratio correspondente, 0.94; 95% CI, 0.84 para 1.07).

Comentário: Não existe associação significativa entre a exposição cumulativa aos antigénios vacinais (ocorrida durante os primeiros 23 meses de vida) em crianças dos 24 aos 47 meses de idade e infeções não alvo das vacinas. Perante o medo de alguns pais em vacinar os seus filhos, deve o Médico de Família desmistificar determinados conceitos e informar sobre os riscos da não vacinação.

Artigo original: JAMA

Por Cátia Pires, USF Santa Joana 



Comments
Post has no comments.

Post a Comment




Captcha Image


Recent Posts


Tags

 

Archive