carlos 2

Compreender e conhecer a “zona”




O que é a zona?

A “zona”, também designada por “herpes zoster”, é uma infecção que se manifesta na pele por uma reactivação do vírus que provoca a varicela. Após a varicela, o vírus fica como que “adormecido” nas células nervosas. Pode nunca voltar a manifestar-se. Por vezes, com a idade ou por alguma fragilidade do sistema imune (o sistema natural de defesa do corpo humano), o vírus pode reactivar-se sob a forma de zona.

 

URL foto original

 

Como se apresenta a zona?

Habitualmente, surge primeiro um formigueiro que vai evoluindo para ardência e dor.

Depois, aparecem umas manchas vermelhas e pequenas bolhas contendo um líquido transparente. A ardência e a dor vão aumentando, provocando um desconforto muito intenso. Durante a noite, pode ser difícil de suportar o peso do lençol em cima das lesões.

As bolhas vão-se transformando em crostas que vão cicatrizando lentamente ao longo de 7 a 10 dias. Por vezes, a alteração da cor da pele pode perdurar para sempre.

Todo este quadro pode ser acompanhado por febre, dor de cabeça e mal-estar geral.

 

Em que local do corpo se manifestam as lesões?

As lesões aparecem mais frequentemente no tronco, mas também podem ocorrer na face e à volta do olho. Normalmente, aparecem ao longo do trajecto de um nervo e daí o nome de zona.

 

URL foto original


Podem surgir complicações?

Cerca de 1 em cada 5 pessoas que têm zona pode ficar com dor, mesmo depois de as lesões da pele terem desaparecido. Isto designa-se por “nevralgia pós-herpética”. Esta dor pode prolongar-se por alguns meses ou até anos, mas tende a aliviar à medida que o tempo vai passando.

Outra possível complicação relaciona-se com a infecção das feridas porbactérias: o líquido das bolhas deixa de ser transparente e assume uma cor amarelada (pús).

Quando a zona envolve o olho, pode afectar o olho (“zona oftálmica”), perturbar a visão e até conduzir à perda total da visão. Nesta situação, sente-se dor no olho, lacrimejo e diminuição da visão.

 

A “zona” é contagiosa?

Ninguém poderá contrair zona por contactar com um doente com zona, mas poderá contrair varicela se ainda não a tiver tido. O doente com zona deve evitar o contacto com grávidas e com bebés de idade inferior a 12 meses.

 

Em quem aparece?

A zona é mais comum acima dos 50 anos. Pode ocorrer em pessoas saudáveis, mas o risco é maior nas pessoas que tenham doenças que diminuam a sua imunidade (p.ex. certos cancros, pessoas a fazer quimioterapia, pessoas com SIDA).

 

Como se trata?

O doente com zona deverá recorrer ao médico. Existem medicamentos antivirais(p.ex. aciclovir, valaciclovir) que estão indicados e são mais eficazes se iniciados nos 3 primeiros dias de aparecimento da doença. Estes medicamentos aceleram a cicatrização e reduzem a severidade e a duração da dor.

Um medicamento “tipo cortisona” poderá ser usado para reduzir a dor, a inflamação e o risco de desenvolver nevralgia pós-herpética.

Um gel de anestésico local (p.ex. lidocaína) pode ser aplicado directamente na pele, o que contribui para aliviar a dor.

Existem medicamentos (p.ex. amitriptilina, gabapentina) que poderão ser usados para tratar a dor que permanece mesmo depois de as feridas terem cicatrizado (nevralgia pós-herpética).

 

O que pode fazer?

Se não for possível recorrer ao médico, poderá adquirir directamente na farmácia medicamentos para aliviar a dor (p.ex. paracetamol ou anti-inflamatórios) e o gel anestésico.

Use uma roupa larga e leve.

Se o olho estiver afectado (dor no olho, lacrimejo, alteração da visão), deve recorrer de imediato a um oftalmologista, pois existe risco de perda de visão desse olho.

 

Carlos Martins

Médico de Família

PUB