Prescrição de antiagregantes plaquetários

Em 2005, o MeReC bulletin (publicação do National Prescribing Centre) publicou uma revisão sobre o uso dos antiagrenates plaquetários. Eis as principais conclusões…

 

Na prevenção primária de eventos cardiovasculares, recomenda-se:

– a prescrição de ácido acetilsalicílico (AAS) em baixa dose (75mg /dia), em pacientes de alto risco cardiovascular com idade superior a 50 anos, desde que a hipertensão se encontre devidamente controlada;

 – o uso de clopidogrel / dipiridamol-LM  não estão indicados na prevenção primária.

 

Na prevenção secundária de eventos cardiovasculares:

– o AAS em baixa dose (75mg /dia) deverá ser mantido indefinidamente após enfarte agudo do miocárdio ou em doentes com doença arterial periférica sintomática;

– o AAS (75mg ou 50mg) associado ao dipiridamol (200mg) bid após AVC isquémico ou AIT deverá ser mantido por 2 anos. Depois disso, se o tratamento não for bem tolerado, deverá ser mantido o AAS.

– em doentes não tolerantes ao AAS por dispepsia ou risco de hemorragia gastrointestinal, deverá ser ponderada a associação de um inibidor da bomba de protões;

– o clopidogrel (75mg/dia) é uma alternativa a considerar nos doentes com hipersensibilidade ao AAS ou intolerância gastrointestinal severa ao AAS;

– nos doentes com síndrome coronário agudo sem elevação do segmento ST o uso de clopidogrel (75mg/dia) associado a AAS (75mg/dia) deverá ser mantido por um período de 12 meses. Depois disso, recomenda-se o uso isolado do AAS em baixa dose.


O artigo original…

1 Comment. Leave new

Maria Bernardete Nogueira
December 11, 2020 21:13

Tomo aspirina GR 100mg.Vou fazer uma biopsia mamária. Penso que não tenho de suspender a toma do medicamento. Pode confirmar?
Obrigada.

Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Fill out this field
Fill out this field
Please enter a valid email address.
You need to agree with the terms to proceed

Prescrição Racional
Menu